Lei de abuso de autoridade tem 19 pontos vetados por Bolsonaro

Foi sancionado, no dia 05 de setembro, a Lei de abuso de autoridade com 19 pontos vetados pelo presidente Jair Bolsonaro. A sanção presidencial vetou pontos do projeto de lei que restringiam questões como o uso de algemas, a identificação pessoal do policial e interrogatório.

Leia também:
> Previdência dos militares é tema de debate na Câmara dos Deputados
> Convite – Noite da Massa 2019 na Colônia de Férias de Itanhaém I

Com o veto do presidente, cabe ao Congresso Nacional uma análise para decidir se a decisão de Bolsonaro será derrubada. Para que isso aconteça é necessário maioria de votos no Senado e na Câmara dos Deputados.

Veja mais informações no site da Câmara dos Deputados.

Artigos relacionados