Família ACS torce pela recuperação da soldado Adriana

No dia 26 de agosto, uma equipe do 4º BPM/M foi surpreendida por criminosos, armados com fuzis e pistolas, que tinham acabado de furtar um caixa eletrônico no CEAGESP, na região oeste da capital.

Ao perceberem a aproximação da viatura, os criminosos dispararam na direção dos policiais. Um dos disparos atingiu a cabeça da soldado PM Adriana da Silva Andrade, de 29 anos, que foi socorrida ao Hospital das Clínicas, passou por cirurgia e permanece internada em estado grave.

Até o momento, nenhum criminoso foi localizado.

Recompensa
Na mesma data da ocorrência, no final do dia, o secretário da Segurança Pública, Alexandre de Moraes, fixou em R$ 50 mil o valor a ser pago a quem fornecer informações que levem à identificação dos envolvidos na tentativa de homicídio contra a soldado. A fixação da recompensa está prevista pela Resolução SSP-43, de 6 de maio de 2014.

As informações para auxiliar nas investigações devem ser encaminhadas ao site do Webdenuncia (www.webdenuncia.org.br), mantido pelo Instituto São Paulo Contra a Violência em parceria com o Governo de São Paulo. Qualquer pessoa que encaminhar denúncias ao serviço tem a garantia do anonimato.

A família da soldado Adriana está sendo amparada pela Associação dos Cabos e Soldados, que está torcendo pela recuperação desta guerreira!

Artigos relacionados