Estados deverão definir se PMs e BMs entrarão na Reforma da Previdência

Em dezembro, o governo federal enviará ao Congresso texto da reforma da Previdência.

A princípio, policiais militares e bombeiros não entrarão no texto, mas poderão ser incluídos caso haja apoio explícito dos Estados.

Por ser um assunto de competência estadual, governadores deverão trabalhar em suas bancadas para apresentar emendas à PEC (Proposta de Emenda Constitucional) que alterem as regras de aposentadoria de policiais e bombeiros.

 

Leia mais sobre esse assunto em Previdência: governo quer contrapartida para bombeiro e militar

Fonte: O Globo (16/11/2016)

Artigos relacionados