CPTran utiliza teatro de fantoches para educar crianças

site-teatro-fantoches

Criado por policiais militares do Comando de Policiamento de Trânsito da PM de São Paulo (CPTran) em 2011, o Projeto Teatro de Fantoches “Educando para o Trânsito de Maneira Divertida” tem como principal objetivo transmitir de forma lúdica, através de cenários e personagens, noções de como se comportar de uma maneira segura no trânsito. O teatro já foi assistido por mais de 170 mil crianças, entre 4 a 10 anos, em diversas escolas, igrejas, ONGs, hospitais e eventos em todo o Estado.

As apresentações procuram conscientizar os futuros motoristas na condição de pedestres e passageiros, fazendo com que as crianças passem a agir como verdadeiras guardiãs das regras de segurança no trânsito, vigiando e corrigindo seus pais, parentes e amigos mais velhos, quando do cometimento de infrações de trânsito na direção de um veículo automotor.

Para isso, foram criados mais de 20 personagens, cada um responsável por passar uma mensagem importante relacionada ao trânsito, como a “Faixa de Pedestres” e o “Semáforo”, que transmite às crianças os principais cuidados ao atravessar uma via, o “Zé Bebinho”, um mau exemplo, que costuma misturar álcool e direção, o “Marcelinho”, que empina pipas com linha de cerol, a “Regininha”, que gosta de brincar com sua bola bem no meio da rua, a “Penélope”, que dirige falando ao celular o tempo todo, o “Ceguinho”, o “Cadeirante” e o “Idoso” que expõem, de forma divertida, as dificuldades dos portadores de necessidades especiais e os idosos, ao se locomover em meio ao trânsito caótico da cidade.

As estórias são apresentadas de acordo com a necessidade local, através da situação social e informação colhida sobre fatos decorrentes na região e favorece a aproximação da Polícia Militar com a comunidade.

O Projeto é tão importante e reconhecido que já recebeu menção honrosa durante cerimônia de entrega do 5º Prêmio Polícia Cidadã em 2013, realizada no Theatro Municipal de São Paulo, e concorreu ao Prêmio Mário Covas na categoria “Inovação em Gestão Estadual”.

Atualmente, a equipe operacional do teatro conta com o gestor do Projeto, Capitão PM Cunha, 1º Tenente PM Natália (encarregada da Seção de Comunicação Social), Cabo PM Carotenuto (líder, orador, palestrante e responsável pelos agendamentos), Cabo PM Lúcia Antunes (documentação, estatística e contatos), Cabo PM Neves (idealista do projeto), Cabo PM Marta (divulgação e visitas), Cabo PM Luciana Gomes (idealista do projeto) e Soldado PM Aragão (divulgação, visitas e atualização de dados).

Para solicitar uma apresentação do grupo, entre em contato com o CPTran pelo e-mail teatrodefantoches@policiamilitar.sp.gov.br ou telefone (11) 2618-1110, seção P/5.

 

site-teatro-fantoches-2

A Associação de Cabos e Soldados parabeniza esta iniciativa do CPTran!

Artigos relacionados