CAMPANHA: Cabo Emerson PERDEU TUDO EM INCÊNDIO e precisa de sua ajuda!

DSC_0193O dia 9 de março de 2016 vai ficar marcado na vida do Cabo PM Emerson Aparecido Ferreira, da 2ª Cia do 20º BPM/M, de Santana de Parnaíba/SP.

Infelizmente, vai ficar marcado como o dia em que perdeu tudo e toda a história de sua família no incêndio em sua residência.

Os diretores da ACS, Jefferson Cintra (Assistência Social) e Ronaldo Scheibel (Comunicação Social) tomaram conhecimento da história do associado e foram conferir como a entidade poderia ajudá-lo. Além do auxílio calamidade, benefício exclusivo dos associados da ACS, a entidade prometeu promover uma campanha para ajudar sua família e divulgar sua situação a todos os policiais militares.

Conheça a história trágica do Cabo Emerson e ajude a divulgar ao maior número de pessoas!

Dia trágico
No dia do incêndio, Cabo Emerson estava de folga e foi com sua esposa para a academia. Após alguns minutos, recebeu um telefonema avisando que sua casa estava pegando fogo. Quando chegou ao local, não havia mais nada a ser feito, pois a casa já estava completamente incendiada. Ainda bem que no momento do incêndio seus filhos estavam na escola, mas os quatro cachorros da família não conseguiram se salvar, entre eles dois filhotes de apenas um mês de vida.

Segundo o laudo da Polícia Científica, o incêndio teve início na caixa de energia elétrica.

Cabo Emerson e sua família perderam tudo. Ficaram somente com a roupa do corpo. Graças aos amigos, vizinhos e parentes, tem um lugar para ficar e está recebendo ajuda para reconstruir a sua vida. “O sentimento é de incapacidade, por não conseguir resgatar a minha história. Você vê, em questões de minutos, sua vida virar do avesso. Começo a enxergar que existem pessoas boas, que estão me ajudando. A gente vê que tudo passa muito rápido na nossa vida (…) eu jamais imaginaria que ia acontecer comigo. Mas a sensação é de esperança, de tentar levantar minha família de volta, voltar à minha vida normal, mas a gente sabe que essa história ficou marcada. A gente não vai conseguir trazer de volta o que nós perdemos, mas tenho fé em Deus de que tudo vai passar”, desabafou o policial, emocionado.

Ajudando a quem precisa
Nestas horas, a família Policial Militar mostra sua união. Emerson conta que recebeu apoio imediato da Instituição, dos comandantes do CPA, do 20º BPM/M e da 2ª Cia, da Associação dos Cabos e Soldados e outras entidades, até de inativos. “Eu vejo que a família Policial Militar é muito grande (…)Não podemos perder essa essência de um ajudar o outro. Isso é muito importante. Hoje estou passando por essa situação e espero que ninguém mais passe, mas acredite que juntos nós somos fortes e sem a força de Deus a gente não chega a lugar nenhum”.

O policial sempre ajudou instituições de caridade com roupas e alimentos e hoje vê a importância desse gesto, que parece simples, mas faz toda a diferença para quem necessita. “Depois de tudo o que aconteceu comigo vou continuar ajudando (…). O que fazemos é plantar uma sementinha pra você colher lá na frente. (…) hoje eu fui vítima disso, dessa fatalidade, então, mais do que nunca, na hora em que eu me estabelecer, vou continuar ajudando cada vez mais, porque têm pessoas necessitando da nossa ajuda”, afirma Emerson.

No momento em que os diretores da ACS se despediam do policial, após visita ao que restou de sua casa, um menino chamou Emerson e lhe entregou um conjunto de copos. “Toma, seu Emerson. É pra ajudar!”, disse o menino, que logo saiu correndo.

Vamos ajudar o Cabo Emerson também? Toda ajuda é bem-vinda!

Repasse a informação e ajude o policial e sua família a se reerguer!

Para ajudar, efetue depósito:

Banco Brasil
Ag. 6838-1
C/C 203955-9
Favorecido: Emerson Aparecido Ferreira

DSC_0192
O diretor de Assistência Social da ACS, Jefferson Cintra, visita o local do incêndio com o associado Emerson Ferreira

DSC_0190 DSC_0199 DSC_0198

Artigos relacionados