Representantes de Entidades de Classe reivindicam Reajuste Salarial

No último dia 23 de maio, o Presidente da Associação dos Cabos e Soldados da Polícia Militar do Estado de São Paulo, Wilson Morais, acompanhado do Diretor de Finanças, Edmilson Aparecido da Silva, e do Diretor Jurídico, Marcelo Camargo, se reuniram com o Secretário de Segurança, Dr. Fernando Grella. Na audiência, eles tiveram a oportunidade de entregar pauta de reivindicação salarial em consenso com todas as Entidades de Classe Representativa dos Policiais Militares (Associação dos Cabos e Soldados, Associação dos Subtenentes e Sargentos, Associação dos Policiais Militares Deficientes Físicos, Associação dos Oficiais, Associação dos Oficiais da Reserva e Reformados e Associação Fundo de Auxílio Mútuo dos Militares) com a solicitação de reajuste imediato com data retroativa a 1º de março (data-base do funcionalismo público estadual) de 15% para 2013 e 11% para 2014; ou seja, os mesmos índices aplicados nos anos de 2011 e 2012, respectivamente.

Cabo-Wilson-SSP-230513
Secretário de Segurança Pública recebe pauta de reinvidicação das Entidades de Classe

Ao se declarar, Cabo Wilson Morais disse que os Policiais Militares estão na penúria, devendo água, luz, aluguel, empréstimos em bancos, e no que se refere à questões salariais, o Governo do Estado teve uma atitude injusta ao retirar os valores que os associados recebiam através da Ação Judicial de Recálculo Quinquenal e de Sexta Parte há mais de dois anos, por uma atitude protelatória da Procuradoria Geral do Estado, que omitiu dados ao Supremo Tribunal Federal e, por sua vez, conseguiu a Suspensão de Tutela Antecipada nº 678 por LIMINAR. Ainda de acordo com Cabo Wilson, outra derrota salarial causada pelo Governo do Estado foi o posicionamento da Procuradoria Geral que determinou, através de parecer interno, o corte dos salários das Pensionistas filhas.

Para finalizar, Cabo Wilson lembrou ao Secretário de Segurança, Dr. Fernando Grella, sobre a animosidade que o pagamento de bônus, divulgado no pacote anunciado pelo Governo, vai causar entre as Polícias. Wilson Morais afirmou que os Policiais Militares precisam de aumento real de salários, não de meios protelatórios sem resultado efetivo.

Por fim, o Secretário de Segurança adiantou que espera que haja um referencial que seja bom para todos.

Abaixo, a pauta de reivindicação na íntegra entregue pelas Entidades de Classe:

 

encontro_entidades_20130524_carta-1_opencontro_entidades_20130524_carta-2_op

encontro_entidades_20130524_carta-3_op

encontro_entidades_20130524_carta-4_op

Artigos relacionados