Presidente da ACS, Cabo Wilson Morais, faz visita cortesia ao Secretário de Segurança Pública, General de Exército João Camilo Pires de Campos

No dia 24 de janeiro, o presidente da Associação dos Cabos e Soldados da Polícia Militar do Estado de São Paulo (ACSPMESP), Cabo Wilson Morais, participou de uma visita cortesia realizada pela FERMESP (Federação das Entidades Representativas dos Militares do Estado de São Paulo) ao novo Secretário de Segurança Pública do Estado de São Paulo, general de Exército João Camilo Pires de Campos.

Na visita realizada pela federação a qual Cabo Wilson é ex-presidente, apesar do objetivo ser meramente amigável e não para reivindicações, o presidente da ACSPMESP reforçou as baixas condições salariais dos cabos e soldados da Polícia Militar do Estado de São Paulo e se colocou à disposição do Secretário para discutir essas questões em novas oportunidades, que se mostrou aberto e empenhado às necessidades da classe policial militar.

O presidente da FERMESP, Cel. PM Roberto Allegretti, explicou ao general a composição da Federação e apresentou as funções das entidades e sua importância para a classe. O general, por sua vez, elogiou a PMESP e declarou que a reconhece como uma das melhores polícias do mundo, e afirmou que o governo já está estudando maneiras de atender os principais problemas da instituição.

A FERMESP publicou no dia 30 de janeiro uma nota sobre a visita realizada. Veja-a abaixo na íntegra:

“A Diretoria da FERMESP realizou, no dia 24/01/2019, visita de cortesia ao novo Secretário da Segurança Pública, General de Exército João Camilo Pires de Campos. Na ocasião, o Presidente da FERMESP, Cel. PM Roberto Allegretti, explicou a composição da Federação, hoje integrada por 15 Associações e a sua forma de atuação, em especial, a representação política dos militares estaduais. Foi destacado que essa representação é sempre exercida com respeito a legítima liderança institucional, representada pelo Comandante Geral da Corporação. Foi também salientado que, naquela reunião, nenhuma reivindicação seria apresentada, na medida em que o Governo conhece e reconhece as nossas dificuldades, em especial, na questão salarial, e por conta disso, todos têm forte expectativa de que essa questão seja equacionada no curto prazo.

O Secretário, que considera a PMESP uma das melhores polícias do mundo, disse que só poderia esperar esse tipo de conduta das Associações, dado o alto grau de disciplina intelectual de seus integrantes e que, realmente, o Governo já está estudando formas de atender os principais problemas da Instituição: salário e regime previdenciário, que, segundo ele, deve ser diferenciado pelas características da profissão. Mostrou-se empenhado também em ir além dessas duas questões e alcançar algumas outras conquistas no campo da preparação e do reconhecimento profissional, como cursos dentro e fora do país, tecnologia avançada e valorização de cada ação operacional exitosa.

Representando a FERMESP, além do Presidente, participaram da reunião, O Subtenente Marco Antonio Zanca, Vice-Presidente, o Cel. PM Antonio Chiari, Presidente do Conselho Fiscal e o Cb. PM Wilson de Oliveira Morais, ex-presidente.”

Cabo Wilson conversa com o Secretário general João Camilo Pires de Campos

Artigos relacionados