Nota – Campanha Salarial 2019

A Associação dos Cabos e Soldados (ACS) sempre lutou pela valorização da classe policial militar. Atualmente, a questão salarial é um dos pontos mais críticos para os policiais militares do Estado de São Paulo. Com o salário defasado desses trabalhadores, muitos deles não conseguem sequer manter o sustento do seu lar e acabam entrando em dívidas, realizando empréstimos e precisando fazer trabalhos extras para complementar seus rendimentos.

Esse tema é, e continuará sendo pauta das reivindicações da ACS até que os policiais militares do Estado tenham a remuneração justa e merecida. O reajuste de apenas 4% dado em 2018 pelo ex-governador Geraldo Alckmin não chegou nem perto de suprir as reais condições dos PMs após quase 4 anos sem aumento salarial.

A ACS acompanhou as palavras do governador de São Paulo, João Doria, que prometeu que até o final de sua gestão os policiais militares do estado seriam os mais bem pagos do Brasil, e segue atenta para garantir que sua palavra seja cumprida.

Apesar da confiança na palavra do governador, a entidade continua atuando no reforço às autoridades públicas da necessidade de aumento na remuneração dos PMs. No início de 2019, em visita ao Secretário de Segurança Pública, General João Camilo Pires de Campos, o presidente da ACS, Cabo Wilson Morais, frisou as baixas condições salariais dos cabos e soldados da Polícia Militar do Estado de São Paulo e se colocou à disposição para discutir essa questão em outras oportunidades.

Em abril, representada por Cabo Wilson e membros da diretoria executiva da entidade, a ACS esteve presente, a convite do deputado estadual Major Mecca, na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, juntamente com a FERMESP (Federação das Entidades Representativas dos Militares do Estado de São Paulo), o senador Major Olímpio e outros deputados estaduais para participar de um debate de propostas para recomposição salarial das polícias do Estado de São Paulo. Na ocasião, foi redigida e publicada uma carta aberta ao governador João Doria, reivindicando a recomposição salarial da categoria.

A ACS reitera e reforça o compromisso com a classe na busca pela valorização salarial e salienta que seguirá na luta, na certeza de que as autoridades estão sensíveis às melhores condições de trabalho e reconhecimento dos nossos valorosos policiais militares, que têm se empenhado a cada dia para baixar os índices de criminalidade no estado, mesmo com o sacrifício de suas próprias vidas.

Artigos relacionados