Entidades representativas de PMs e BMs falam sobre insatisfações com o governo federal

Cabo Wilson Morais, presidente da Associação dos Cabos e Soldados da Polícia Militar do Estado de São Paulo (ACSPMESP) e também presidente do Conselho Deliberativo da Associação Nacional das Entidades Representativas de PMs e BMs Militares (ANERMB), em entrevista ao jornal O Estado de S.Paulo, falou sobre a insatisfação da classe com os programas do governo federal.

Todas as reformas não vem do gosto da maioria. O governo sempre restringe algumas coisas. Na LC 173 (Lei Complementar 173/2020), o pior foi a questão do impacto de não dar reajuste salarial em razão da pandemia. Lógico que o governo tem suas cautelas e não dá tudo o que a gente precisa, mas não é o que queremos. É o que precisamos”, afirmou Cabo Wilson, criticando principalmente o veto presidencial que impediu reajustes salariais e contagem de tempo de serviço para profissionais de segurança pública, saúde e educação durante a pandemia.

O presidente da ANERMB, Sargento Leonel Lucas, explicou que as entidades terão que ouvir outros candidatos. “Eu vejo que as entidades vão ter que conversar com todos os candidatos. Na outra eleição, estava na onda do Bolsonaro e não quiseram ouvir, mas dessa vez tem que ouvir, até porque o que já tem a gente já sabe. Temos que descobrir a opinião dos outros candidatos.”

Vale lembrar que as entidades, durante o XXII Fórum Nacional das Entidades Representativas dos Militares Estaduais, realizado nos dias 11 e 12 de novembro de 2021, em Florianópolis, entregou diversas demandas direcionadas ao Ministro Onyx Lorenzoni e dirigidas ao presidente da república para ajustes no programa Habite Seguro, recentemente lançado pelo governo federal, mas que não é tão atraente quanto outros programas habitacionais; solicitando redução de impostos para aquisição de armas de fogo por parte dos policiais; adequação no projeto de lei de organização das policias estaduais e mais um rol de demandas da categoria. Veja todas as demandas solicitadas na ‘Carta de Florianópolis‘, entregue ao Ministro na data.

Clique aqui e leia a matéria completa de Vinícius Valfré, de O Estado de S.Paulo, divulgada no dia 05/12/2021.

Artigos relacionados