ACS SOLICITA PRIORIDADE DE VACINAÇÃO CONTRA O CORONAVÍRUS AOS PMS E BMS DA ATIVA

*Republicação. Notícia divulgada em 04/03/2021.

Diante do grave cenário da pandemia do novo coronavírus no estado, a Associação dos Cabos e Soldados da Polícia Militar do Estado de São Paulo (ACSPMESP), presidida por Cabo Wilson Morais, protocolou, no dia 26 de fevereiro, ofícios na Secretaria da Segurança Pública (SSP) e no Comando Geral da PMESP solicitando ao secretário e ao comandante geral intercessão junto aos responsáveis, ao governador e também ao secretário de saúde do estado para que policiais e bombeiros militares da ativa sejam priorizados na vacinação, inclusive antes dos presidiários, que foram colocados com prioridade igual a estes profissionais da segurança no plano de vacinação.

A Associação defende a proteção prioritária a estes policiais o quanto antes, já que desde o início da pandemia estão trabalhando incansavelmente e muito mais expostos aos riscos de contaminação durante o exercício de suas funções diariamente, no trato direto com a população. No documento, a entidade também justifica seu pedido afirmando que, em São Paulo, o Coronavírus matou quase o dobro de policiais do que confrontos em 2020, de acordo com o levantamento divulgado pelo UOL no dia 16/02/2021. Segundo o plano de vacinação definido pelo Ministério da Saúde, policiais estão na lista de grupos prioritários, mas ainda não há data para iniciar a vacinação da categoria devido à escassez de vacinas.

Vale ressaltar que a ACS foi uma das primeiras entidades que atuaram junto à categoria desde o início da pandemia em 2020, doando materiais de proteção e higiene aos policiais e bombeiros militares da ativa. No total, a entidade distribuiu cerca de 30 mil máscaras, 50 mil pares de luvas de procedimento e 10 mil frascos de álcool gel em todo o estado.

A vacinação prioritária dos policiais militares e demais agentes da área da segurança também foi solicitado ao Governo do Estado pelo deputado estadual Tenente Nascimento, com a Indicação 1/2021, para que sejam inseridos na primeira fase do Plano Estadual de Imunização contra a Covid-19, assim como os professores da rede pública.

Pela prioridade na imunização nacional de PMs e BMs
A ANERMB – Associação Nacional das Entidades Representativas de Policiais Militares e Bombeiros Militares e Pensionistas do Brasil, enviou em janeiro deste ano, em nome de todas as entidades filiadas à ela, inclusive a ACS, o Ofício 10/2021 ao deputado federal Major Vitor Hugo de Araújo Almeida, com um pedido de intercessão junto ao Ministério da Saúde para garantir prioridade à vacinação de PMs e BMs no Plano Nacional de Imunização contra a Covid-19, salientando que “nesse período de pandemia ocasionado pela Covid-19, os militares estaduais estão na linha de frente, seja prestando socorro através dos Corpos de Bombeiros Militar dos Estados, seja através das atividades de manutenção da ordem, no cumprimento do isolamento social, pelas Polícias Militares Estaduais; que devido as atividades dos militares estaduais, dezenas tombaram em combate decorrente ao coronavírus.

A ACS e toda a família policial militar clamam pela vacinação prioritária dos policiais da ativa, que estão muito expostos e correndo sérios riscos de contaminação diariamente!

Abaixo, veja ofícios enviados pela ACS e ANERMB.

Ofício ACS nº 006/21 ao Comando Geral da PMESP

Ofício-006.21-Comando-Geral

Ofício ACS nº 005/21 à SSP-SP

Ofício-005.21-Secretaria-de-Segurança-Pública

Ofício ANERMB nº 10/2021 ao deputado federal Major Vítor Hugo de Araújo Almeida

OFÍCIO-ANERMB-PRIORIDADE-VACINA-MILITARES

Artigos relacionados