ACS completa 64 anos de trabalho a favor da família policial militar!

Há 64 anos nascia o embrião da primeira sociedade dos Cabos e Soldados da Milícia Bandeirante. Com o Decreto Estadual nº 30.666/1958, do então governador Jânio da Silva Quadros, a entidade foi reconhecida oficialmente como a representante na defesa dos Cabos e Soldados do Estado de São Paulo. Desde o início, muitas histórias de lutas e vitórias foram vividas por quem passou pela entidade ou por aqueles que participaram de sua fundação e ainda continuam colaborando e acreditando no trabalho dela.

Hoje, a Associação dos Cabos e Soldados da Polícia Militar do Estado de São Paulo (ACSPMESP) é reconhecida como a maior entidade de classe do gênero da América Latina, representando atualmente mais de 50 mil associados e suas famílias. Além de ser a maior em número de associados, a que oferece maior número de regionais no estado (sede central + 26 Regionais e Núcleos Representativos, o que viabiliza o fácil acesso e maior rapidez no atendimento das solicitações), é a entidade que oferece também o maior número de serviços e benefícios para a categoria, abrangendo diversas áreas: jurídica, assistência social, lazer, habitação, educação, saúde, turismo, hospedagem, convênios e parcerias com diversas empresas etc.

Alguns benefícios alcançados marcaram a história da entidade e de seus associados pela sua importância. Em destaque, algumas das principais conquistas da administração do presidente Cabo Wilson Morais, em prol da família policial militar, que fizeram e fazem toda a diferença:

  • Mais de 50 mil associados beneficiados com a ação dos quinquênios e sexta-parte, com pagamento de valores atrasados em 2012 (antes da liminar) e o recebimento do benefício mensal, em folha. Muito em breve, após decisão favorável do STF em 2020, mais associados serão favorecidos com o pagamento de valores do período suspenso por liminar;
  • Mais de 7 mil famílias de policiais beneficiadas com aquisição da casa própria, graças ao convênio inédito entre a Associação, a Caixa Econômica Federal e os Governos Federal e Estadual, fechado em 1997 pelo presidente Cabo Wilson;
  • Construção da “Casa de Apoio aos associados e familiares em tratamento de câncer em Barretos”, com estadia totalmente gratuita. A primeira casa exclusiva para PMs na cidade;
  • Atendimento clínico geral, psiquiátrico e psicológico gratuitos;
  • Assistência funeral gratuita para associados e dependentes;
  • Auxílios natalidade, social e calamidade;
  • Doações de cestas básicas;
  • Doações e empréstimos de materiais ortopédicos, hospitalares e de higiene;
  • Cursos on-line totalmente gratuitos para os concursos da PM, OAB, Forças Armadas e de ensino técnico e superior (mais de 20 cursos);
  • Clube de Tiro moderno e seguro para comodidade dos policiais militares;
  • Repúblicas Estudantis para apoio aos associados alunos da ESSd (Escola Superior de Soldados) no início de sua jornada na PMESP;
  • 3 Colônias de Férias e 6 Clubes de Campo e Pesca;
    E muito mais!

Vale lembrar também que Cabo Wilson, enquanto presidente da entidade, conquistou uma vaga no Parlamento Paulista e, durante seu mandato de deputado estadual (de 1999 a 2003), conseguiu a aprovação do “Plano de Carreira dos Cabos e Soldados”, transformada na Lei Estadual 892/2001, mais conhecida como “Lei Cabo Wilson”, que garantiu promoções a estes policiais, metade por antiguidade e metade por concurso, dando a eles a oportunidade de poder alcançar, após 30 anos de profissão, a graduação máxima dos Praças, que é a de subtenente, ao final da carreira. Antes desta Lei, o soldado PM que não tivesse feito o concurso, aposentava-se no máximo como cabo. Esta foi uma conquista histórica para a classe, que já beneficiou mais de 60 mil PMs desde a sua criação, que ainda beneficia e beneficiará a maioria dos policiais.

ACS EM 2020
O ano de 2020 com certeza foi o mais desafiador da gestão Cabo Wilson, que se viu diante de uma pandemia, mas que conseguiu garantir e manter a qualidade nos atendimentos essenciais em todo o estado, respeitando os protocolos de segurança e saúde para não colocar em risco associados e colaboradores, adotando estratégias de atendimento telefônico com plantão para urgências e retirada de itens em horários previamente agendados.

A entidade também se preocupou com a proteção dos policias militares em serviço, que estavam e ainda estão muito expostos ao coronavírus todos os dias e, desde o início da quarentena no estado, distribuiu cerca de 10 mil kits de prevenção ao Covid-19 em unidades da PM da capital, interior e litoral para ajudar a proteger a saúde destes agentes. Ao todo, foram doados cerca de 30 mil máscaras, 50 mil pares de luvas de procedimento e 10 mil frascos de álcool gel.

A ACS não poupou esforços para continuar a atender seus associados nos departamentos e serviços em todo o estado e fica muito satisfeita por ter conseguido manter o atendimento habitual a todos, oferecendo amparo necessário aos que precisaram. O trabalho intenso foi recompensado pelos milhares de associados assistidos em 2020 em todo o estado. Acompanhe alguns números:

  • Assistência funeral – 504 atendimentos;
  • Assistência Social – 5.166 solicitações atendidas, sendo 1.685 cestas básicas doadas;
  • Atendimento clínico geral e psiquiátrico – 862 atendimentos;
  • Atendimento jurídico – 26.676 atendimentos;
  • Atendimento psicológico – 936 atendimentos;
  • Declaração de Imposto de Renda – cerca de 1.500 declarações realizadas.

São por essas e outras conquistas que a ACS é exemplo de uma entidade de sucesso, que trabalha exclusivamente para oferecer o melhor para a família policial militar!

Agradecemos a confiança de todos os associados que acreditaram e que acreditam no trabalho sério que realizamos.

Nosso muito obrigado também aos guerreiros, associados e amigos que tombaram em 2020. Nossas sinceras condolências a todas as famílias!

Leia também:
ADIAMENTO DE ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA E ASSEMBLEIA SOLENE DA ACS

ACS RESTRINGE ATENDIMENTO DURANTE A FASE VERMELHA EM TODO O ESTADO

Artigos relacionados